Tons da Arquitetura Restauro - Casa do Grito

Data da Postagem 08/09/2015

Atualizado em 09/01/2016

 

 

Tons da Arquitetura lhe convida para nos acompanhar nesse levantamento realizado com intuito de analisar o estado de conservação desse bem tombado e que hoje tem como uso, um museu. Vamos usar como instrumento um Inventário de Conhecimento para identificar cada aspecto da edificação.

 

 

1.LOCALIZAÇÃO

 

2. HISTÓRICO

A Casa do Grito foi construída por volta de 1860 e a independência foi em 1822, ou seja, a edificação não serviu de morada ou estadia de nenhum ícone do grito,ela foi inserida na pintura de Pedro Américo retratando o evento, mas ela não existia na época. Ela serviu de morada para três famílias e servia de estadia para viajantes. Toda a construção do parque e museu da independência se deu e a edificação foi acompanhando todo o processo. Foi desapropriado pela prefeitura em 1936, virou Museu de Tropeiro, foi tombado em 1975 e passou por um grande restauro em 1980 onde ganhou as características mais atuais. Está aberto desde 2008 e abriga uma exposição contando a história da casa. 

 

 

3. ESTADO DE CONSERVAÇÃO

Ruim (   ), Regular (   ), Bom ( X ), Muito Bom (   )

 

O Edifício encontra-se em bom estado, é possível usufruir do bem, e caminhar por todos os espaços, possui algumas patologias, como rachaduras e limo. Possui também uma pichação. 

Fonte: Elton S. Guedes 16/08/2015

4. CARACTERÍSTICAS ARQUITETÔNICAS

O edifício possui Estilo Colonial, com um toque de casa de campo. As portas e janelas são em madeiras, possuindo algumas fechaduras em ferro e em madeira. A iluminação natural é pouca, mas pela quantidade de portas e janelas a casa é bem arejada.

4.1. Edifício Isolado ( X ), Conjunto Urbano (   )

Apesar de estar inserido dentro do Parque, o Edifício encontra-se isolado.

Observe a foto ao lado, como o 
edifício fica ‘‘ocultado’’ em relação 
a magnitude do eixo visual do 
Museu e Monumento.

4.2. TIPOLOGIA:  Casa Urbana  (  )        Casa Rural (X)        Palacete  (  )

4.3. ORNAMENTOS

Descrição: o Edifício possui poucos ornamentos o que mais se destaca e marca o estilo colonial, é a moldura espessa do batente que é confeccionada em madeira e pintada da mesma cor da porta. Outro elemento que se destaca e como ornamento caracteriza o estilo é a madeira que estrutura o telhado

Fonte: Elton S. Guedes 16/08/2015

4.4. TELHADO

O telhado de duas águas não é mais o original, foi reconstruído usando a mesma técnica em no restauro de 1980, sua estrutura é em madeira, as telhas são cerâmicas capa e canal. 

Fonte: Elton S. Guedes 16/08/2015

4.5. TÉCNICAS CONSTRUTIVAS

A edificação é construída em Pau a Pique, também conhecido por taipa de mão ou sopapo. O barro é amassado e socado simultaneamente interna e externamente em uma estrutura de madeira entrelaçada pré confeccionada. A casa sofreu uma intervenção e foi rebocada com cimento duas vezes, cobrindo a técnica original, mas possui algumas partes expostas protegidas por um vidro. As portas são de madeira e fixadas com dobradiça metalica e seus sistema de fechamento é feito com travessas de madeira e fechadura para chave. Para o sistema construtivo do telhado veja o ítem 4.4.

Fonte: Elton S. Guedes 16/08/2015

5.0. LEGISLAÇÃO

A edificação encontra-se no Bairro do Ipiranga, as leis de Uso e Ocupação do Solo, são estabelecidas pelo mapa da Subprefeitura do Ipiranga, ela fica dentro do Parque da Independência, é limitrofe à uma macrozona de proteção ambiental. O bem e seu acervo é tombado pelo CONDEPHAAT em 1975, não podendo ser modificado e suas obras de restauro passiveis de aprovações junto aos orgãos.

6.0. USO ATUAL

A edificação  foi desapropriada em 1936 pela prefeitura, em 1958 transformada em Museu do Tropeiro, expondo pertences de moradores do Vale do Paraíba até o final da década de 1970, em 7 de Setembro de 2008 passou a abrigar a exposição sobre sua história como a Casa do Grito, até o presente como Museu. A distribuição dos cômodos é original tendo apenas uma entrada aberta, o entorno foi todo modificado, 
pois possuía características rurais e agora está cercado pelo parque. 

7. CONDIÇÕES DE ACESSIBILIDADE:

A Edificação possui acesso para portadores de necessidade especiais, mas é impossível sua utilização, o cadeirante deveria fazer sua entrada de carro por um dos acessos de portões, mas todos eles ficam fechados e são abertos apenas para socorrer vítimas de acidentes, carros da polícia e carros de emissoras para reportagens. Para deficientes existe apenas, um piso podotátil na entrada, mas ele não continua para a exposição.  Leitura em braile também não foi encontrado para atender aos deficientes visuais. Para deficientes auditivos não há interprete de libras para guia-los pela exposição. Internamente possui desníveis nas transições de alguns cômodos, os mesmos foram resolvidos com rampas metálicas, mas é necessário ser empurrado por outra pessoa por conta da inclinação. No panorama geral é um item falho, para todos os tipos de portadores de necessidades especiais incluindo idosos, pois todos os acessos são feitos por escadarias, sem corrimãos.   
 

Fonte: Elton S. Guedes 16/08/2015

8. FACHADAS

Fonte: Elton S. Guedes 16/08/2015

9. FOTOS DO INTERIOR DO IMÓVEL:

Fonte: Elton S. Guedes 16/08/2015

10. OBSERVAÇÃO QUANTO AO LEVANTAMENTO REALIZADO

O levantamento foi realizado no dia 16/08/2015 como atividade do curso de pós graduação em Restauro de Arquitetura pelo Centro Técnico Templo da Arte. As condições foram favoráveis, a recepção foi ótima e através de uma visita guiada foram revelados detalhes do bem. O dia estava com temperatura agradável, ensolarado e mesmo sendo um dia de domingo com bastante público no parque, foi fácil colher os dados necessários.  

11. DADOS DO PESQUISADOR.

Levantamento realizado pelo Arquiteto e Urbanista Elton S. Guedes
Cidade: São Paulo / UF: SP
e-mail: eltonguedes.arq@gmail.com  / face: tonguedes
Site: www.tonsdaarquitetura.com.br / fã-page: tonsdaarquitetura / professortonarq  

12. BIBLIOGRAFIA

Consulta ao acervo do CONDEPHAAT
<http://www.cultura.sp.gov.br/portal/site/SEC/menuitem.bb3205c597b9e36c3664eb10e2308ca0/vgnextoid=91b6ffbae7ac1210VgnVCM1000002e03c80aRCRD&Id=94cbc73fb46cc010VgnVCM2000000301a8c0____
Acesso em: 26 Agost. 2015.

 

Consulta ao acervo do DPH
<http://www.acervosdacidade.prefeitura.sp.gov.br/PORTALACERVOS/ResultadosBusca.aspxts=s&q=casa+do+grito
Acesso em: 26 Agost. 2015.
  

 

CULTURA, Secretaria da. Diário Oficial do Estado. Edição. São Paulo: 1975.  pág 40.  
Disponível em: <http://www.cultura.sp.gov.br/portal/site/SEC/> Acesso em: 26 Agost. 2015.

Clique para ampliar e veja o modelo em formato de ficha, formato adequado e exigido para apresentação e arquivamento

1/1

Galeria inserida no site dia 09/01/2016

INFORMAÇÕES:

 

A visitação acontece: de terça a domingo das 9h às 17h

Entrada Franca

Há visitas monitoradas

 

Contato direto com eles.
Praça do Monumento, s/nº - Ipiranga
São Paulo/SP - CEP 04261-050
Telefone: +55 11 2273-4981
e-mail: museudacidade@prefeitura.sp.gov.br

 

 

 

Compartilhe :D

 

Deixe seus comentários, curta e compartilhe com seus amigos.

 

@2015 tons da arquitetura | Arquitetura, Urbanismo & Design

São Paulo, Brazil  - tonsdaarquitetura@gmail.com - Telefone

As fotos e autores dos projetos são mencionados em cada conteúdo

Siga-nos

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest - círculo cinza

Conteúdo desse site é produção intelectual e pode ser livremente divulgado citando a fonte

Todos os direitos reservados